Períodos promocionais: dicas para preparar sua loja para a Black Friday e para o Natal

O comércio ao redor de todo o mundo costuma se programar para períodos de promoções e ofertas nos mais diversos setores. Alguns segmentos específicos devem estar atentos para atender, especialmente, seu público-alvo durante as datas promocionais, como Natal e Black Friday, que está a pouco mais de uma década no Brasil e já é um dos principais períodos para o comércio no país. 

Apesar disso, o número de reclamações feitas nessa época também cresceu e, no passado, bateu o recorde do Reclame Aqui ao aumentar 19% em relação ao ano anterior. Nem tudo está relacionado a preço e produto. 

Segundo o levantamento CX Trends 2022, da Zendesk, 82% dos consumidores tomam decisões de compra com base na qualidade do atendimento que recebem. Isso passa pela qualidade da informação do produto, a entrega e, principalmente, no tratamento que receberá, se ficar com alguma dúvida ou algo der errado após a compra. Portanto, confira algumas dicas e esteja atento às estratégias utilizadas no seu comércio.

Divulgações de Marketing 

De acordo com o especialista em negócios de produtos naturais, gestão de lojas e empreendedor focado no varejo Cleber Brandão, durante esses períodos as empresas devem se posicionar antecipadamente para oferecer vantagens. “É importante aproveitar o momento. Os consumidores já ficam preparados e esperando por esse dia e caso a empresa não se posicione, certamente terá o seu negócio excluído da preferência. Inclusive, é um bom momento para aproveitar e trazer mais movimento para a loja”, afirma. 

Qualquer promoção sem uma divulgação de marketing efetiva tem mais chances de gerar frustração. “Vejo muitos lojistas se frustrarem por criarem combos e promoções maravilhosas, mas não venderem nada porque não divulgaram. Costumo dizer que ‘quem é e visto é lembrado e quem é lembrado é comprado’. Então, independentemente de promoção ou não, é preciso ser visto a todo instante. Vale ressaltar que a divulgação não deve acontecer apenas no momento de uma ação promocional ou data comemorativa, mas sim em diversos períodos com o intuito de criar um histórico de relacionamento com quem se deseja atingir”, pontua Brandão.

A principal estratégia de marketing é se antecipar em relação a esses períodos promocionais. Deixar claro para os clientes que haverá promoções de Black Friday ou de Natal nas lojas e avisar com antecedência, não somente no dia. Com essa antecipação frente aos concorrentes na divulgação, clientes frequentes que compram regularmente, aumentam sua fidelidade e proximidade com as marcas.

Além de atrair o público que já é fiel, uma ação promocional tem o objetivo de alcançar novos consumidores. Aproveitar a onda de destaque comercial para atrair a atenção de pessoas que não conhecem a marca ou os produtos pode ser bom para o seu negócio. É uma ótima oportunidade para se destacar por um bom atendimento e gerar satisfação, assim conquistando mais clientes que podem voltar com mais frequência.

Estoque

De acordo com Brandão, preparar o estoque é algo primordial, mas é preciso cautela. “Deve-se analisar o histórico dos anos anteriores para realizar novos pedidos. Comprar apenas por estar na promoção pode ser um grande problema caso não exista movimento para consumir os produtos em alguns meses, por exemplo. É importante mencionar, também, que não se deve colocar todos os itens de um comércio em promoção. É preciso ter foco para alcançar os melhores resultados”, explica.

Opções de compra e entrega

Oferecer produtos para atraí-los, mas não ficar preso aos itens promocionais, apresentando alternativas de compra e capricho na entrega, são outros fatores que contribuem com uma melhor experiência do cliente. Quem nunca desistiu de uma compra por não conseguir parcelar em mais vezes sem juros ou até mesmo teve problemas com a bandeira do cartão? Diversificar essas opções é uma boa maneira de aumentar a taxa de conversão durante a semana da Black Friday. Isto é, desde que a venda permaneça lucrativa.

Atendimento

Uma equipe bem treinada pode ser o principal diferencial em períodos promocionais, já que é o momento ideal para conquistar o coração dos clientes que costumam frequentar as lojas concorrentes. É recomendado oferecer aos agentes o treinamento sobre regras de compliance, script de vendas e orientações sobre o que fazer ou não em diferentes situações. 

Para que as várias frentes de atendimento consigam se comunicar sem interrupções ao cliente, é importante que todos os funcionários estejam cientes das informações que o público pode vir a perguntar. Também, a empresa precisa integrar todos seus canais de contato, como redes sociais, telefone e loja física.

Pós-venda

O atendimento não acaba quando a compra é finalizada. Se após uma compra, procurarem a loja para uma troca e tiverem uma experiência ruim, os clientes não comprarão novamente nela. Depois da venda, entre em contato com o consumidor para saber como está sendo a experiência dele com o produto adquirido. Uma boa estratégia de relacionamento pós-venda pode fidelizar o cliente e trazê-lo à sua loja em outras épocas.

Fonte: ABRAS/SuperHiper/Jornal Contábil

Olá, seja bem vindo a Meta Assessoria!
Como podemos lhe ajudar hoje?