Vendas nos supermercados durante Black Friday deve crescer 4,2%

Nas últimas nove edições da Black Friday, o setor supermercadista teve um crescimento relevante na data chegando em 2018 aos 2,6 bilhões de reais. Isto aliado à revolução tecnológica no varejo alimentar mudou a percepção dos empresários do setor com a data, inclusive nos canais físicos.

Pesquisa mensal da APAS aponta que o setor acredita que os números deste ano devem girar em torno de 4,2% no aumento das vendas. Apesar das vendas on-line ainda representarem apenas 2% do faturamento mensal do setor, a APAS acredita que os supermercadistas irão atrair o consumidor por meio de divulgação em redes sociais e desconto de preços das categorias, higiene pessoal, decoração, produtos de limpeza e bebidas alcoólicas.

A Black Friday acontece no dia 29, mas a expectativa do aumento das vendas no ambiente on-line já é prevista para ocorrer durante todo mês de novembro. “A Black Friday é muito forte no setor na categoria de bebidas alcoólicas por uma série de fatores como: parcerias com a indústria, o clima mais quente, proximidade com Natal e por ser a categoria que lançou o varejo alimentar a participar do evento”, explica o economista da APAS, Thiago Berka.

O site de pesquisa Zoom tem uma visão mais otimista quanto a venda de alimentos e bebidas na data com uma projeção de 8%.

Os bons números de alta nas vendas vão ao encontro de uma pesquisa feita pelo Google em parceria com a Provokers que aponta que pela primeira vez, o número de compradores nas lojas físicas deverá se igualar ao do comércio eletrônico durante a Black Friday.

Segundo esta pesquisa, a tendência será impulsionada, sobretudo pelo consumidor multicanal. O número de entrevistados que disseram que planejam comprar em ambos os canais saltou para 7% para 25% em 2019.

A previsão para a data originada nos Estados Unidos do Instituto Ebit|Nielsen, é de expansão de 15%, com vendas totais de R$61,2 bilhões. Os pedidos devem ser 12% maiores, 137 milhões, e o tíquete médio deve ser de R$447, representando um aumento de 3%.

A data de descontos foi criada nos Estados Unidos e “importada” por diversos países pelo mundo. A Black Friday acontece sempre na última sexta-feira de novembro, um dia após o feriado de Ação de Graças, no país americano.

No Brasil, o evento existe desde 2010 e nasceu com foco na internet. A temporada da Black Friday é tratada pelo varejo como o principal evento do ano no e-commerce e tem impulsionado as vendas do comércio em geral nos meses de novembro.

A APAS analisou as pesquisas de intenção de compras do consumidor para a data e a empresa Zoom foi a única que apresentou dados de compras para alimentos e bebidas e cerca de 8% deverão comprar esta categoria na Black Friday de 2019.

Fonte: Newtrade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: